Mãe

“Disse então Maria: A minha alma engrandece ao Senhor,
E o meu espírito se alegra em Deus meu Salvador”
Lc 1:46, 47

As palavras de Maria demonstram grande satisfação por saber que se tornaria mãe. Seu corpo iria passar por mudanças físicas, sua alma estava grata e seu espírito alegre em Deus.

Maria traria Jesus ao mundo e tal como ela toda mulher que se torna mãe tem transformado com profundidade o seu corpo, sua alma e o seu espírito.

Querer ser mãe e buscar ser boa mãe, antes de todas as coisas, está no coração de Deus e faz parte da mulher segundo o Seu coração.

Ser mãe é ser terra fértil e essa é a alegria de Maria. Ela descobriu que seria mãe e que o fruto do seu ventre era bendito ao mesmo tempo que não podia imaginar o tamanho da libertação e salvação que seu filho traria ao mundo.

Da mesma forma a filha de faraó moveu-se de compaixão (Êx 2:6) ao encontrar Moisés em um cesto no rio Nilo. Decidiu ser mãe e criou Moisés com intenso amor sem saber que um dia o seu filho seria o libertador de Israel.

O presente de Deus a toda mãe não é resultado da sua situação econômica, capacidade profissional ou intelectual e nem sua possibilidade dar à luz.

Deus procura mulheres que querem ser mães e que tenham a maternidade como prioridade em suas vidas.

A maternidade de Maria ou da filha de Faraó além de inspiradoras excedem  toda e qualquer contribuição de outras mulheres, que não foram mães, trouxeram ao mundo.

Houve um momento histórico, geográfico e espiritual exato para o nascimento de Jesus (Fp 4:4) e de Moisés (Ex 2:24). Isso também dependia de Deus escolher boas mães para o cumprimento de Seu propósito.

Em tempos de tantos ativismos e doutrinações contrários à maternidade, apenas para as mulheres que temem ao Senhor e que desejam ser mães, biológicas ou não, estão reservados uma alma grata e um espírito alegre.

Feliz dia das Mães!    

Pr. Fabio Izac e Pra. Mônica

Categorias: MensagensEtiquetas: , , , , , , ,